Buscar
  • Guilherme Pellegrini

Porque alguns profissionais fracassam em mensurar corretamente o tempo de execução de um serviço de

Descubra quais técnicas podem te ajudar a ser mais assertivo na hora de mensurar o tempo de execução de seus serviços topográficos.


Ter uma metodologia de orçamento e mensuração do tempo de execução de seus serviços topográficos é essencial para ter sucesso em seus negócios.

Então, o que significa ter uma metodologia de mensuração de tempo e de que forma isso pode ser aplicado? É interessante analizarmos o negocio de topografia de uma forma mais ampla. Existe uma cadeia de processos pelo qual todo serviço passa.

Tudo inicia pela prospecção de novos serviços, seguida pela fase de orçamento e adequação dos valores para fecharmos o contrato com o cliente. Após o serviço ser contratado planejamos o levantamento de campo e o executamos, trazendo assim os dados para o escritório e produzindo as peças técnicas. Por ultimo revisamos e se preciso fizemos alterações para entregar o melhor produto possível para o cliente.

É importante ter a noção de que todos esses processos levam tempo e se mensurarmos e conseguirmos levar eles em consideração iremos nos aproximar muito do real tempo de entrega de um trabalho.

Pegue papel e caneta e vamos para a parte pratica! Você já pensou em fazer uma planilha, aonde você constantemente registra o tempo de suas atividades? Que atividades são essas? Por exemplo, quantas horas são gastas e um bom planejamento de execucao de levantamento topográfico? Ou quanto tempo levara o levantamento de campo? Ou ainda quanto tempo sera necessario para confeccionar as peças técnicas e revisa-las?

O primeiro passo para termos essas respostas é manter um controle rígido, de que atividades estamos realizando e de que tempo nós ou a nossa equipe leva para concluir cada fase do processo.

Segundo passo é conhecer cada tarefa a executar e saber separar essas atividades por tipo de serviço, por exemplo, um levantamento planimétrico tende a ser executado mais rápido do que um planialtimétrico.

Terceiro passo é tabelar esses valores e organiza-los de forma que se consiga analisar por tipo de trabalho, quanto de tempo necessitamos para finalizar o nosso trabalho.

Quarto passo e montar check lists de execução de tarefas, as quais balizarão a sequencia mais eficaz dos processos.

Quanto mais informações formos coletando e tabelando de forma organizada, melhor será essa previsão de tempo.

É obvio que atrasos ou imprevistos podem acontecer, por isso devemos sempre considerar uma margem de segurança nesse tempo, antes de repassarmos isso ao cliente. É melhor surpreendermos o cliente com um serviço pronto antes do prazo que foi dito, do que um cliente insatisfeito com um atraso.


Saber mensurar corretamente quando tempo demoramos para organizar e executar serviços de topografia pode ser o principal ponto para o sucesso e o crescimento do seu negocio.

Aplicando as técnicas corretas conseguimos primeiramente registrar o tempo que levamos para executar um serviço e de posse dessas informações mensurar e ser muito mais assertivo na hora de dar um prazo de conclusão para nossos clientes.


Se inscreva na nossa página para receber novos conteúdos e transformar a forma como você orça seus serviços topográficos.

Siga a página da GPCAD no Instagram e curta a página no Facebook.

As suas mensagens e comentários são muito importantes para produzirmos conteúdos relevantes para você e para o seu negócio!

27 visualizações

© 2018 por GPCAD Topografia & Consultoria. Todos os direitos reservados.